(Non-Portuguese readers: this is boring finance stuff that only applies if you live in Portugal. If you don’t, you can safely ignore it.)

(Discussão no reddit: r/literaciafinanceira, r/portugal)

(Aviso: Não confiem cegamente no que eu fiz. Não sou contabilista. Provavelmente estão aqui coisas erradas. A minha esperança é que algum contabilista fique suficientemente zangado com os meus erros para criar o seu próprio artigo/simulação).

Este artigo acompanha o spreadsheet que criei para simular os custos de ser trabalhador dependente a recibos verdes em comparação com ter uma Unipessoal. Na simulação, é possível configurar algumas variáveis e comparar-se quanto dinheiro é que, no final do ano, sobra em cada um dos dois casos.

Vamos ver alguns cenários, para ter uma ideia da utilização da simulação.

Exemplos

Rendimento Baixo, Gastos Baixos

Neste cenário a pessoa tem um rendimento de €15k/ano, não tem despesas ligadas profissionais e gasta €8400/ano. 

Se a pessoa tiver a recibos verdes, sobra-lhe €2341.55 no final do ano. Se tiver uma Unipessoal, perde dinheiro! Para esta pessoa, não compensa uma Unipessoal.

Rendimento Alto, Gastos Baixos

Cenário semelhante ao de cima, mas neste caso o rendimento é mais alto.

Neste caso a pessoa acaba com mais dinheiro se tiver uma Unipessoal (€20,540.20) do que se tiver a recibos verdes (€17,229.34).

Outras coisas interessantes

O resto do artigo não vai ter print screens, vou apresentar os dados em tabelas mais fáceis de visualizar.

Unipessoal tende a valer mais a pena quanto maior o teu rendimento

Se mantivermos os seguintes valores constantes:

Despesas Parc. no Âmb. da Act. Prof./ Ano Outras Despesas / Ano Despesas no Âmb. da Act. Prof./Ano  % Rendimento Relevante para SS
0 €8400 0 70%

E variarmos apenas o rendimento, obtemos o seguintes:

Rendimento Bruto / Ano Sobra/ano(RV) Sobra/ano(Unipessoal)
€15,000.00 €2,341.55 -€172.75
€25,000.00 €8,808.13 €8,127.25
€30,000.00 €11,651.75 €12,277.25
€40,000.00 €17,229.34 €20,540.20

Com um rendimento de €25k/ano, ainda vale a pena recibos verdes, mas quando chegamos aos €30k/ano vale mais a pena uma Unipessoal. 

Unipessoal tende a valer mais a pena quanto menores as tuas despesas não-profissionais

Se mantivermos os seguintes valores constantes:

Rendimento Bruto/Ano Despesas Parc. no Âmb. da Act. Prof./ Ano Despesas no Âmb. da Act. Prof./Ano  % Rendimento Relevante para SS
€40,000.00 0 0 70%

E variarmos apenas as despesas, obtemos o seguintes:

Outras Despesas / Ano Sobra/ano (RV) Sobra/ano (Unipessoal)
€8,400.00 €17,229.34 €20,540.20
€9,600.00 €16,029.34 €18,682.54
€10,800.00 €14,829.34 €15,838.29
€12,000.00 €13,629.34 €12,994.04

Fontes:

IRS (mais este artigo, que me ajudou a perceber como é que é feito o cálculo do rendimento a que o IRS é aplicado)

IRC

Segurança Social (Trabalhadores Independentes)

Segurança Social (Empresa e Empregados)

FAQ

1 - Percentagem Rendimento Relevante para SS (entre 55 e 95%) - de onde vêm estes valores?

Aqui está escrito:

Quando efetuar a declaração trimestral, o trabalhador independente pode optar que lhe seja fixado um rendimento relevante superior ou inferior até ao limite de 25 % e em intervalos de 5%.

2 - Que despesas podem ser incluídas em “Despesas no Âmbito da Actividade Profissional”?

Não tenho fonte oficial mais o meu entendimento é que é tudo o que esteja directamente ligado ao trabalho. Se eu for um engenheiro de software, posso incluir a compra de um portátil, por exemplo.

3 - Que despesas podem ser incluídas em “Despesas Parcialmente no Âmbito da Actividade Profissional”?

Mais uma vez, não tenho fonte oficial. Mas aqui podem ser colocadas renda, internet, luz, água e gás, caso trabalhes em casa.

4 - O que é “Salário Bruto / Ano a tirar da empresa”? 

Se tiveres uma Unipessoal, vais ter um salário - o dinheiro que poderás usar no teu dia-a-dia para coisas que não estejam relacionadas com o trabalho. O resto dos teus ganhos ficam na empresa.

Neste spreadsheet, assume-se que este salário bruto deverá corresponder a um salário líquido que cubra todas as despesas e nada mais, para aproveitar o máximo possível das vantagens de ter uma Unipessoal. 

Não implementei o algoritmo necessário para calcular este valor, devido à sua complexidade, por isso tem que ser ajustado manualmente. Se o valor for demasiado alto ou demasiado baixo, uma célula aparecerá com um aviso.

4.1 - Como é calculado o salário líquido desejado?

A fórmula é: Outras Despesas + (75% * Despesas Parcialmente no Âmbito Profissional)

Não são incluídas despesas totalmente no âmbito profissional, porque estas são pagas pela empresa, pelo que o indivíduo não precisa de receber este dinheiro no salário.

O indivíduo só recebe 75% do valor das despesas parcialmente no âmbito profissional, porque os outros 25% são pagos pela empresa (na prática, supostamente a empresa envia esses 25% ao empregado). [Muito incerto sobre esta parte]

5 - Como é calculado o “Sobra/ano” para os recibos verdes?

Sobra/Ano = Rendimento - Despesas - Impostos

6 - Como é calculado o “Sobra/ano” para a Unipessoal?

Sobra/Ano = Rendimento - Salário - Impostos Empresa - Custos Carregados Pela Empresa - (25% * Custos Parcialmente Carregados Pela Empresa

Estou a subtrair o salário na totalidade porque a simulação assume que o salário vai ser todo gasto em despesas e em IRS.

Problemas

Coisas que não estou a ter com conta sobre Unipessoal

  • Que fazem parecer o cenário pior do que realmente é:
    • Dinheiro livre de impostos do subsídio de alimentação.
    • As vantagens em termos de IVA de uma Unipessoal (?). (caso tenhas elevados custos no âmbito profissional)
    • Ajudas de custos em Kms
  • Que fazem parecer o cenário melhor do que realmente é:
    • Ignoro alguns custos da Unipessoal, como os pagamentos por conta, porque não percebo como eles funcionam

Dúvidas

1 - Doações?

Eu fiz o compromisso da Giving What We Can, todos os meses doo 10% do meu rendimento para a caridade. Isto leva que as minhas despesas não-profissionais sejam bastante altas, levando a que a Unipessoal valha menos a pena. É possível doar através de uma Unipessoal, para poder doar pré-impostos? Mesmo que a caridade não esteja registada em Portugal?

2 - Posso pôr o dinheiro que fica na empresa a render?

Uma coisa que me afasta de ter uma Unipessoal é o facto de o dinheiro ficar “parado” na empresa. Com recibos verdes todo o dinheiro é meu e faço o que quiser com ele - actualmente eu invisto grande parte dele em ETFs. A longo prazo, mesmo se a curto prazo os recibos verdes valerem menos a pena, os retornos dos investimentos podem compensar as vantagens de uma Unipessoal. Mas será possível investir através de uma Unipessoal? Em que tipos de activos financeiras será possível investir?

(ver secção “extra” da spreadsheet)